• Carioca da Gema

Zé Keti é carioca da gema

Autor: Luis Pimentel

Caricatura: Carlos Amorim


“Eu sou o samba, sou natural daqui do Rio de Janeiro/Sou eu que levo a alegria para milhões de corações brasileiros...”

Zé Keti (José Flores de Jesus) foi o mais popular dos compositores da Música Popular Brasileira. Guardava no peito, como mote e fonte de inspiração, o sentimento do homem das ruas, dos bares e dos morros da cidade, onde nasceu no dia 6 de outubro de 1921, viveu a vida quase inteira (passou uma temporada em São Paulo) e onde morreu em 1999, o Rio de Janeiro.

Paulinho da Viola diz que Zé Keti é um dos maiores compositores do Brasil. Zé Renato, que fez um belo disco cantando toda a obra do Zé, acha a mesma coisa. Outras autoridades no assunto também acham. Mesmo assim, o artista morreu pobre, como morreram Nelson Cavaquinho, Wilson Batista, Geraldo Pereira, Cartola, Padeirinho e outros camisas 10 da MPB. Compôs por mais de 60 anos e deixou mais de 200 músicas, gravadas por vários intérpretes.

Poeta das noitadas e de muitos botequins (“Em qualquer esquina eu paro/Em qualquer botequim eu entro/E se houver motivo é mais um samba que faço), Zé Keti é autor de clássicos da MPB, de um estrondoso sucesso de carnaval, Máscara negra, de um hino da resistência política dos anos 60, Opinião(“Podem me bater/Podem me prender/Podem até deixar-me sem comer/Que eu não mudo de opinião) e de uma série de composições que não podem faltar nas melhores rodas de samba mas que, infelizmente, está sempre em falta no catálogo das melhores gravadoras.

Luís Pimentel


17 visualizações0 comentário
(21)98556-0834
av.mem de sÁ, 79

Razão Social: thianas eventos Ltda.

CNPJ: 14.022.532/0001-34

© 2019 by Carioca da Gema