• Carioca da Gema

"Uma casa de bambas-A HISTÓRIA DO CARIOCA DA GEMA NA lAPa"- Cris Penido, anjo da guarda dos músicos

Autor: Cesar Tartaglia




Até começar a trabalhar no Emporium 100, a convite da irmã mais velha Marianna, a produtora do Carioca da Gema Cristiana Borges Penido, Cris para todos, não tinha qualquer afinidade com o samba. No antediluviano estabelecimento da Rua do Lavradio, onde se pode dizer que o Carioca da Gema começou a tomar forma, Cris dava expedientes esporádicos às sextas-feiras, como garçonete. Aos poucos, seu ouvido abriu-se para aquela música até então estranha para eles... e por eles o ritmo mais carioca da música brasileira entrou para não mais sair.

– Comecei a ir a rodas de samba, fui curtindo... Me empolgava com as letras e com o mundo que girava em torno do ritmo, um mundo que não era apenas música, mas também a manifestação de camaradagem, de respeito pelo trabalho do artista. Aí o bichinho entrou e não saiu mais. Antes, nem queria saber se samba. Agora, é meu programa único. As pessoas estranham: “Pô, você trabalha no Carioca da Gema, ouve samba o tempo todo, e quando sai é pra ouvir samba?” – conta Cris.

De tão entusiasmada com o samba, adotou em seu coração uma escola, a Vila, e nela desfilou em 2002. Foi o ano de um enredo muito caro ao Carioca da Gema, em razão do nada disfarçado amor de Thiago pelo Botafogo: “O glorioso Nilton Santos... Sua bola, sua vida, nossa Vila”. Composto por Leonel, Serginho Vinte, Si, Leno Dias e Ivan da Wanda, o samba contava a epopeia do maior lateral esquerdo da história do futebol mundial:

Gol de placa é Nilton Santos

Falta pouco pra gritar é campeão

Esse jogo veio lá da Inglaterra

Espalhou-se pela Terra, está em cada coração

Tem peixe na rede e um menino atrás da bola

Talento, simplicidade e raça (bis)

Vira artista do gramado

para sempre idolatrado

Explode em grito de gol a massa

O fato é que Cris se abriu para um mundo que não conhecia até fazer, no Emporium, o vestibular para o Carioca da Gema. Na casa, ela começou como caixa, trabalhando nesse métier com a irmã Marianna. Ficou envolvida com borderôs e balanços de cada fim de noite por cerca de três anos.

– Um dia cansei e fui trabalhar com (a cantora) Ana Costa. Fiquei com ela uns três anos, como assistente de produção – conta.

O período com Ana Costa foi fundamental para uma guinada profissional. Formada em jornalismo, uma emblemática influência dos tios jornalistas Marcos e João Penido, Cris não lhes seguiu o caminho. De volta ao Carioca, foi alçada a produtora. E pensa em investir para valer nesse ramo, quem sabe até empresariando artistas.

– É um caminho. Tive aquela experiência com a Ana Costa, trabalhei com a produtora Girassol (com Pedro Miranda, Zé Paulo Becker)... Estou buscando meu futuro profissional ainda – afirma Cris, que, pela maneira como zela pelos músicos, no palco ou fora dele, por eles é chamada de anjo da guarda.

3 visualizações
(21)98556-0834
av.mem de sÁ, 79

Razão Social: thianas eventos Ltda.

CNPJ: 14.022.532/0001-34

© 2019 by Carioca da Gema